Era julho.

Alguém desocupado o suficiente para querer ter o que fazer, e preparando-se para os vestibas [logo, com vontade (in)voluntária de escrever], que vagando pela internet e cansado de MSN e só, via-se escrevendo um texto aqui, outro acolá, já tinha meio caderno recheado com aquelas lindas, melosissimas [e depois de algum tempo, engraçadissimas] cartas e poemas amorosos, até que a internet banda larga chegou ao escritório/casa. Foi quando começou este capitulo aqui.

Estava enfim ocupado, e de bônus nasceu a oportunidade de estabelecer bons relacionamentos e de aprimorar os conhecimentos na linguagem html, responsável pelo design de sites. Naquela época – é divertido poder dizer aqui que esse tempo é reconhecidamente um tempão – era bom saber, hoje é imprescindível na minha profissão o conhecimento das ferramentas de produção pra web. Isso tudo somado a certa facilidade pra escrever, que foi ampliada.

Visualmente ele evoluiu [confira acima] até porque nesse tempo também houve um salto qualitativo na capacidade executiva deste blogueiro, que sem preguiça conseguiu fazê-lo chegar até ali.

O conteúdo nunca foi muito especifico. Postou-se sempre o que dava na telha, desde relatos detalhadíssimos de dias únicos, a junções e comentários a cerca de textos de outros. Especiais de aniversário do blog, retrospectivas pessoais, lá se vão alguns [muitos!] momentos do infinito particular e do universo ao redor deste que vos escreve. A periodicidade de outrora foi diminuindo em vista da carga de ocupações, trocando o diário de poucas palavras por muito [de forma sucinta] a se dizer em um ou outro dia.

E desde então, vamos um bom tempo de contribuição com o meu biógrafo; caminhando e evoluindo, sempre.

Aqui, permanecerei despejando minhas tortas letras e meus pensamentos mais tortos ainda, pois uma paixão que virou treino para estudo e manteve-se até aqui, também merece manter sua essência sem ser corrompida por analytics, números de visitas / comentários, se atende à algum tipo de patrocinador ou ao ego de eu-preciiiiso-ser-lido-como-celebridade-da-internet. É aqui que o faço desde 2004. E o resto é o resto!

Se ainda sobram curiosidades, passeie pelos anos anteriores desta história clicando aqui. Ou saiba mais sobre o dono da casa, clicando aqui.

Bem vindos, muito prazer ;).

Quer falar comigo? Venha por aqui:

nome [obrigatório]

e-mail [obrigatório]

assunto

mensagem

One thought on “desde 2004

Comentários estão fechados.