Fácil? Apenas 6 letras que juntas eu só uso quando penso: “sorrir pra você quando o seu sorriso vem pra mim é”. A gente dividiu e multiplicou muita coisa. Superamos as circunstâncias que todos passam e que nenhum casal gostaria de [re]viver. Transformamos distancias em atalhos, problemas em projetos e sonhos em materialidades.

Compartilhamos nossos dias, do primeiro alimento ao último suspiro antes de roncar com barulho massa, pois dormir em silêncio é coisa de quem não tem cansaço, e quem não cansa, não tem história. E não importa quanto tempo mais passe ou quais coisas a gente não viva: toda vez que me sinto confuso, toda vez que me vem um momento triste, cada vez que eu parece mais compreensível acreditar que “isso não vai dar certo”, basta lembrar do seu sorriso. Basta lembrar dos olhos brilhando cada vez que passo a chave na porta, independendo se o brilho é de quem tá dizendo que me ama ou se é de quem quer desabafar porque também não é fácil. Lembrar da voz que sempre tem o que me dizer, que não foge, não hesita em tentar [acertar ou errar faz parte, estamos vivendo para isso, não?], e que também me prometeu fazer feliz. E amar você basta para fazer toda e qualquer coisa por nós ter sentido. E sentindo assim não tem como não dar certo :)

SE TEM AQUELE SIMBOLO, VEM DE MÚSICA. TEM MAIS CLICANDO AQUI!

[] “Na nossa sala

Rindo de tudo nós dois

Só relembrando dos sacrifícios

Que a gente fez por nós dois” | Na nossa sala, Ah Mr. Dan.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *